Contato para shows

Rua Fidalga, 960

Cep: 05432-000 São Paulo - SP

gotaondenadaopeixe@gmail.com

Siga

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • SoundCloud Social Icon

© 2017 por Gota Onde Nada o Peixe. Orgulhosamente criado com Wix.com

GOTA ONDE NADA O PEIXE

 

 

 

DENTRO DA GOTA

 

Lidar com os diferentes universos de cada uma das canções deste disco foi um desafio e um deleite. Ao aceitar a honrosa e prazerosa missão, apostei em acolher essa rica diversidade e impulsionar sua beleza. Essa é a potência da Gota, caleidoscópica, fantástica, com peixe nadando dentro, e também a marca da parceria entre a Tânia e o Fabio: duas almas floridas, ávidas por criar, sedentas de uma sede que não seca como uma gota qualquer. Daí a nossa farra e a de tantos timbres e roupas diferentes para vestir as músicas. Foi assim que buscamos valorizar as imagens presentes nas letras da Tânia e expandir a sonoridade já tão madura dos violões do Fábio: com a intenção de que essa Gota refratasse cristalinamente o brilho e as cores das muitas dimensões de cada composição. Gota que também reflete o particular e o universal – partícula do todo. Gota em que explode a vida e que nos remove da árida dimensão material. Gota que nos conduz a um mundo tão surreal quanto hiper-real pela sua capacidade de nos conectar com o que há nas profundezas do nosso Ser: paz, amor, criatividade, pureza, entrega, alegria e beleza.

 

                                                         Rodrigo Bragança

A GOTA

 

A Gota é o diálogo poético-musical entre nós dois, músicos-criadores: Fabio Madureira e Tânia Grinberg.

Cada canção teve sua maneira única de ser composta, sempre em dupla. Se, na base de tudo, temos a Tânia criando as letras e o Fabio, as linhas de violão, as melodias foram criadas ora por um, ora por outro.

Voz, melodia, palavra, corda, arranjo e acorde foram surgindo como gestos de dois pintores trabalhando juntos na realização de um quadro.

Caminhos – linhas, formas, curvas e pontos – foram propostos e percorridos, e nos trouxeram até aqui: este disco. Mas não caminhamos sozinhos, encontramos outros olhares-criadores, como os músicos que participaram da gravação das faixas, os técnicos envolvidos e, principalmente, nosso produtor musical e amigo Rodrigo Bragança, que, com generosidade e alegria, mergulhou no quadro que pintamos e nos ajudou a desenvolver e expor suas múltiplas camadas.

                               

                                   Tânia Grinberg e Fabio Madureira

 

 

 

 

 

Ficha técnica

 

Composições de Tânia Grinberg e Fabio Madureira

Letras de Tânia Grinberg. Parceria com Fabio Madureira em “Semente”

Todos os arranjos para violão de Fabio Madureira

Arranjos para flauta e quarteto de cordas em “Olhos (Miragem)” e arranjo para quarteto de cordas em  “Dragão Dourado” de Ricardo Zoyo

Os arranjos das canções foram pré-concebidos, coletivamente, por Fabio Madureira, Tânia Grinberg e Rodrigo Bragança, e tiveram imensa contribuição de cada um dos músicos participantes neste projeto.

Voz:Tânia Grinberg

Violão de nylon, violão de aço, guitarra sitar e voz: Fabio Madureira

Produção musical: Rodrigo Bragança

Gravado entre setembro/2016 e março/2017 no Estúdio Space Blues (São Paulo, Brasil) e na Argila Produções Musicais (São Paulo, Brasil)

Engenheiros de gravação: Alexandre Fontanetti e Leandro Henrique Silva

Edição final: Rodrigo Bragança

Mixagem: Ricardo Mosca

Masterização: Maurício Gargel

Produção executiva: Tânia Grinberg e Fabio Madureira

Projeto gráfico: Rica Ramos

Foto: Lou Gaioto

Revisão de textos: Lúcia Leal Ferreira

 

Músicos convidados: Alexandre Daloia, Alexandre Fontanetti, Alexandre Ribeiro, Ari Colares, Cuca, Daniel Pires, Guilherme Kastrup, João Taubkin, Pedro Ito, Ricardo Herz, Ricardo Takahashi, Ricardo Vignini, Ricardo Zoyo, Rodrigo Bragança e Vana Bock

Participação especial: Antônio Nóbrega